Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Civil e processo civil Ação de reintegração de posse de bens móveis, em face de inadimplemento referente a contrato de arrendamento mercantil

Petição - Civil e processo civil - Ação de reintegração de posse de bens móveis, em face de inadimplemento referente a contrato de arrendamento mercantil


 Total de: 15.244 modelos.

 
Ação de reintegração de posse de bens móveis, em face de inadimplemento referente a contrato de arrendamento mercantil.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE ....., ESTADO DO .....

....., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ....., com sede na Rua ....., n.º ....., Bairro ......, Cidade ....., Estado ....., CEP ....., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG nº ..... e do CPF n.º ....., por intermédio de seu advogado (a) e bastante procurador (a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vem mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

REINTEGRAÇÃO DE POSSE COM PEDIDO DE MEDIDA LIMINAR

em face de

....., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n.º ....., com sede na Rua ....., n.º ....., Bairro ......, Cidade ....., Estado ....., CEP ....., representada neste ato por seu (sua) sócio(a) gerente Sr. (a). ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG nº ..... e do CPF n.º ....., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

O requerente, na qualidade de Arrendante, e a requerida, na qualidade de Arrendatária, firmaram Contrato de Arrendamento Mercantil Leasing sob nº ...., em ...., devidamente registrado sob nº ...., no 3º Cartório de Títulos e Documentos da cidade de ...., e seu respectivo Termo de Recebimento e Aceitação, de ...., no valor de R$ .... (doc. nº .... e ....).

Pelo mencionado contrato, o requerente arrendou à requerida os bens conforme Nota Fiscal nº 017/F de 07.10.92, emitida por .... (doc. nº ...., .... e ....). Bens móveis a seguir descritos e caracterizados.

A requerida recebeu os referidos bens arrendados, de acordo com as especificações por ela desejadas e em perfeito estado de funcionamento, tendo sido entregue em sua sede na BR ...., nesta ...., conforme consta do Termo de Recebimento e Aceitação (doc. nº ....).

De conformidade com as condições expressas no Contrato de Arrendamento, pelo uso dos bens arrendados, a requerida obrigou-se a pagar, pelo prazo de 24 meses, contra prestações mensais, a partir de ...., reajustáveis pelos índices do IGPM.

Ocorre que a requerida não honrou as prestações mensais a partir de ...., acarretando com sua mora e inadimplemento, o vencimento antecipado de suas obrigações, consoante o disposto na cláusula nº...., operando-se, em consequência, rescisão de "pleno jure" da avença.

Com efeito, o requerente esgotou todos os meios suasórios de cobrança, tendo culminado com a notificação da requerida em ...., pelo 2º Cartório de Registro de Títulos e Documentos desta .... (doc. nº ....), a pagar as parcelas vencidas até então, em .... e ...., já no total de R$ .... sob pena de constituição em mora e conseqüente rescisão, sendo certo que até ...., com seus acréscimos, saldo devedor do contrato é de R$ ...., perfazendo o total de R$ ....

DO DIREITO

Não obstante a notificação referida, a requerida, além de não pagar o seu débito vencido, recusa-se também a devolver os bens arrendados, caracterizando-se o esbulho que vicia a posse, motivo pelo qual, ao requerente é garantido o direito de reintegrar-se na posse dos bens "initio litis", conforme lhe assegura o art. 1210 do Código Civil Brasileiro, e o item II da cláusula 18 do Contrato de Arrendamento.

DOS PEDIDOS

Isto Posto, estando presente todas as condições necessárias à propositura da ação, a requerente requer a Vossa Excelência se digne determinar:

a - a reintegração liminar dos bens arrendados descrito no item 2 desta, deferindo a Medida Liminar, independentemente de realização de audiência de justificação prévia:
b - que, após a efetuação da medida liminar pleiteada, seja a requerida citada para todos os termos da presente para, querendo, contestá-la, até final sentença:
c - que contestando ou não, seja a presente ação julgada procedente para tornar definitiva a liminar concedida e a requerida seja condenada as custas, honorários e demais combinações ressalvando-se ao requerente o direito de pleitear o pagamento das parcelas restantes e apurar perdas e danos, por ação própria, em decorrência da mora.

REQUER finalmente os benefícios do art. 172 e parágrafos do Código de Processo Civil para que o Sr. Oficial de Justiça possa realizar as diligências necessárias.

Nestes termos, protestando por todas as provas em direito admitidas, especialmente pelo depoimento pessoal do representante legal da requerida, sob pena de confesso, juntada de novos documentos, inquirição de testemunhas.

Dá-se à causa o valor de R$ ....

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Civil e processo civil
Réu alega a impossibilidade de devolução imediata de valores pagos em consórcio
Pedido de indenização em decorrência de acidente de trânsito (02)
Ação indenizatória de atropelamento
Embargos a execução extrajudicial sob alegação de que os bens são impenhoráveis
Interposição de ação monitória
Concordata preventiva
Pedido de reconsideração de despacho de execução de sentença
Impugnação à contestação, sob alegação de que a ação foi interposta dentro do prazo estabelecido
Pedido de indenização em face de inscrição de nome do autor em cadastro de inadimplentes
Ação de rescisão contratual cumulada com busca e apreensão de bem alienado com reserva de domínio
Reclamado alega a inexistência de culpa ou dolo no acidente de trabalho sofrido pelo reclamante
Impugnação aos embargos de terceiro, sob alegação de que o embargante não provou a propriedade do