Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Imobiliário Ação de despejo cumulada com rescisão contratual e perdas e danos, em face de término de contrato de arrendamento de área rural

Petição - Imobiliário - Ação de despejo cumulada com rescisão contratual e perdas e danos, em face de término de contrato de arrendamento de área rural


 Total de: 15.244 modelos.

 
Ação de despejo cumulada com rescisão contratual e perdas e danos, em face de término de contrato de arrendamento de área rural.

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ..... VARA CÍVEL DA COMARCA DE ....., ESTADO DO .....

....., brasileiro (a), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ..... e ....., brasileiro (a), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., casados entre si, residentes e domiciliados na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., por intermédio de seu (sua) advogado(a) e bastante procurador(a) (procuração em anexo - doc. 01), com escritório profissional sito à Rua ....., nº ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., onde recebe notificações e intimações, vêm mui respeitosamente à presença de Vossa Excelência propor

AÇÃO DE DESPEJO CUMULADA COM RESCISÃO CONTRATUAL E PERDAS E DANOS

....., brasileiro (a), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ..... e ....., brasileiro (a), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., casados entre si, residentes e domiciliados na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado ....., pelos motivos de fato e de direito a seguir aduzidos.

DOS FATOS

Que os requerentes são legítimos proprietários do quinhão nº .... da divisão judicial da gleba nº ...., do Imóvel ...., situado neste município e comarca, no distrito de ...., cujo quinhão é parte integrante da gleba nº .... com área ...., apropriadas à agricultura, com as divisas e confrontações constantes da matrícula .... do Registro de Imóveis desta Comarca. Cadastrada no INCRA sob nº .... (doc. nºs .... e ....).

Que pelo documento incluso de nº ...., verifica-se a exata localização do imóvel de propriedade dos requerentes.

Que o autor varão, através de um contrato firmado em .... de .... de ...., arrendou para o requerido ...., o imóvel acima descrito, pelo prazo de ...., com início em .... de .... de ...., e com término para o dia .... de .... de ...., ficando o arrendatário com autorização para sub-arrendar o imóvel para sua família, conforme documento de nº .... incluso, a fim de que o arrendatário procedesse o cultivo de cereais e o pagamento do arrendamento na base de .... sacas de .... kg, do produto colhido para cada alqueire de terra plantado. (doc. incluso de nº ....).

Que em data de .... de .... de ...., foi firmado entre autor e réu, novo contrato de arrendamento do referido imóvel, também com o prazo de vigência e com término para o dia .... de .... de ...., com arrendamento na base de .... sacas de milho por alqueire de terra plantada pelo arrendatário, conforme documento incluso de nº ....

Que em data de .... de .... de ...., foi firmado entre arrendador e arrendatário, novo contrato de arrendamento, este, de parte do imóvel acima referido, com término para .... de .... de ...., também com .... de prazo, ficando estabelecido que o arrendamento seria apenas de dois alqueires de terras, e que o local do plantio seria determinado pelo arrendador, para plantio de milho, feijão e outros cereais, devendo respeitar a mata existente, sendo estipulado o arrendamento em .... sacas de produto que plantar, entregues no galpão existente. A benfeitoria edificada no imóvel pertencerá ao arrendador, sem qualquer indenização, conforme documento incluso de nº ....

Que em data de .... de .... de ...., novo contrato foi firmado entre autor varão e réu, sobre o mesmo imóvel, através do qual o autor ...., arrenda .... alqueires de terra ao réu ...., parte integrante do imóvel acima descrito, também pelo prazo de .... e com término para .... de .... de ...., onde o arrendatário poderia proceder o plantio de cereais, no local determinado pelo proprietário e arrendador, com arrendamento na base de .... sacas de .... kg de todos os produtos que colher por cada alqueire plantado. Ficou estabelecido ainda no referido contrato que toda e qualquer benfeitoria edificada pelo arrendatário, ficará incorporada ao imóvel, sem qualquer indenização por parte do arrendador. Não sendo permitida a derrubada de quaisquer espécie de árvores existentes na área. (doc. incluso de nº ....).

Na cláusula ....ª do contrato acima referido, ficou estabelecido que findo o prazo de vigência deste contrato, o arrendatário deveria entregar a área ora arrendada, devidamente desocupada, o que realmente não ocorreu.

No término da vigência deste último contrato, o arrendatário não desocupou a área arrendada de .... alqueires, não pagou o arrendamento, o que por sinal já vinha fazendo há muito tempo, não deu mais qualquer atenção ao arrendador, inclusive continuou no imóvel sem dar qualquer atenção ao proprietário, plantando, colhendo e vendendo o produto sem nada pagar ao arrendador, durante todo esse tempo.

Que o arrendatário, ultimamente procedeu o corte, extração e venda de madeira industrializável existente no imóvel, praticando um ilícito penal, ou seja, crime de furto. Os filhos de ...., que também estão no imóvel, venderam madeiras, cometendo, assim, o mesmo ilícito penal.

Que tendo em vista a prorrogação automática do prazo de vigência do último contrato, ou seja, aquele firmado em .... de .... de ...., e com término para .... de .... de .... (doc. nº .... acima referido), o autor varão formulou através do Cartório de Títulos e Documentos desta comarca, uma Notificação, dando ao arrendatário um prazo de .... meses, para que este deixasse o imóvel que lhe fora arrendado, e para constituí-lo em mora (doc. incluso de nº ....).

Mesmo vencido o prazo que lhe fora marcado, o Sr. ...., não desocupou o imóvel e também não deu qualquer satisfação ao proprietário.

Em face da desatenção do arrendatário, quanto a sua obrigação de desocupar o imóvel, o que não ocorreu no prazo marcado, é que se propõe a presente Ação de Despejo e rescisão contratual, cumulada com perdas e danos.

O ora requerido e arrendatário, vem atualmente procedendo roçadas e queimadas no imóvel. Está promovendo uma verdadeira devastação e como se não bastasse, vendeu sem a permissão do dono, madeiras industrializáveis, o que caracteriza verdadeira má-fé.

DO DIREITO

A presente ação encontra fundamento no art. 95 da Lei nº 4.504 de 30/11/64 e no art. 32 do Decreto nº 59.566 de 14/11/66 e ainda no art. 573 e seguintes do Código Civil.

DOS PEDIDOS

Digne-se face ao exposto, vêm respeitosamente perante Vossa Excelência, digne-se determinar a citação, através de mandado de .... e sua esposa se casado for, acima qualificado, para comparecer a audiência à ser designada por Vossa Excelência, aduzindo suas razões se quiser. Protesta-se pela produção de todas as provas permitida em direito, notadamente depoimento pessoal do requerido, pena de confissão, testemunhas, perícias e vistorias, para o fim de ser a presente ação, julgada procedente, rescindindo o contrato de arrendamento, condenado o requerido ao pagamento das custas processuais, rendas vencidas e vincendas, perdas e danos na forma da lei e que forem apuradas, além de honorários advocatícios na base de vinte por cento sobre o valor da condenação.

Dá-se à causa o valor de R$ ......

Nesses Termos,
Pede Deferimento.

[Local], [dia] de [mês] de [ano].

[Assinatura do Advogado]
[Número de Inscrição na OAB]

Rol de Testemunhas:

1. ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado .....

2. ....., brasileiro (a), (estado civil), profissional da área de ....., portador (a) do CIRG n.º ..... e do CPF n.º ....., residente e domiciliado (a) na Rua ....., n.º ....., Bairro ....., Cidade ....., Estado .....


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Imobiliário
Empréstimo de imóvel residencial para empregado
Empréstimo de imóvel residencial por prazo determinado
Notificação judicial para escrituração de imóveis permutados
Pedido de extinção do processo com julgamento do mérito, ante a existência de transação em ação d
Rescisão de locação residencial
Apresentação de memoriais em ação de despejo por infração contratual
Impenhorabilidade de bem de família
Ação contra condomínio, visando a cobertura de terraço de apartamento térreo
Apelação ante à extinção do processo sem julgamento do mérito, em razão de ilegitimidade ativa pa
Ação de despejo por denúncia vazia, em face de término de contrato de locação comercial
Medida cautelar de exibição de documento de despesa condominial
Representação em assembléia (01)