Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Você está em:   IGF Modelos de documentos Petição Civil e processo civil Contestação de ação de anulação de título c/c antecipação de tutela

Petição - Civil e processo civil - Contestação de ação de anulação de título c/c antecipação de tutela


 Total de: 15.244 modelos.

 
Ação de anulação de título c/c antecipação de tutela - contestação

 

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA M.M. VARA JUDICIAL.
COMARCA DE ____________ - ___.
Processo nº
Contestação





____________, brasileiro, viúvo, aposentado, inscrito no CPF sob nº ____________, residente e domiciliado à Rua ____________, nº ___, ____________, ___, CEP ____________, por seu procurador ao fim assinado, o qual recebe intimações no endereço contido no rodapé da presente, vem respeitosamente à presença de V. Exª. apresentar

CONTESTAÇÃO à AÇÃO DE ANULAÇÃO DE TÍTULO C/C ANTECIPAÇÃO DE TUTELA movida por
Posto ____________ LTDA., qualificado nos autos, de acordo com as razões de fato e de direito por meio das quais impugna o pedido do autor, nos termos que seguem:
Não correspondem à verdade os fatos narrados na inicial.
O Requerido, que atualmente conta com setenta e oito (78) anos de idade, é cunhado do proprietário do Posto ____________, Sr. ____________, e, por decorrência, tio dos atuais administradores da referida sociedade ora Autora.
O reduzido patrimônio que nos seus longos anos de trabalho conseguiu reunir resume-se a sua residência, um automóvel ano 1990, e o valor que emprestou a Autora.
A sociedade Autora passava por dificuldades financeiras. Para amenizá-las, o representante da Autora procurou o Requerido e solicitou a concessão do empréstimo.
O referido representante informou ao Requerido que, caso não obtivesse o empréstimo, a sociedade Autora, que serve como fonte de recursos para a manutenção de sua família, viria a falir.
Argumentou no sentido de que ofereceria ao Requerido a mesma remuneração que este obtinha junto a aplicação financeira, e que em pouco tempo devolveria a soma emprestada, motivo pelo qual a concessão do empréstimo não lhe traria qualquer transtorno ou prejuízo.
O Requerido, tendo em vista o apelo de seu cunhado (representante da Autora), com base na confiança decorrente, além da relação de parentesco, de uma estreita amizade; e considerando, ainda, que naquela ocasião não necessitava do dinheiro que estava aplicado, entendeu por bem emprestá-lo.
Tal fato deu-se há aproximadamente seis (6) ou sete (7) anos atrás, não podendo o Requerido precisar a data.
O tempo passou e a Autora não restituiu a quantia emprestada.
Alguns pagamentos parciais foram feitos, mas também novas quantias foram tomadas emprestadas.
Em razão da relação de confiança acima mencionada, o cálculo da evolução da dívida sempre ficou a cargo da contadora da sociedade Autora.
A relação de débito e crédito foi tornada líquida conforme o cálculo elaborada pela mencionada contadora, resultando no valor indicado nas notas promissórias objeto da lide.
As mesmas foram preenchidas pela própria funcionária, e firmadas pelo representante da Autora.
Ocorre que, vencidas as notas, o Requerido procurou a Autora para saldá-las.
Referiu que suas condições financeiras eram precárias, situação que se agravou em razão de despesas decorrentes de seu frágil estado de saúde.
Também a companheira do Autor enfrentou - e ainda enfrenta - sério problema de saúde, com risco inclusive de amputação de membro, sendo que nenhum dos dois (Requerido e sua companheira) têm condições de custear um plano de saúde.
Por outro lado, o Requerido tomou conhecimento de que a situação financeira da Autora estava melhor, e que, em razão de negócios recentemente realizados, disporia da quantia necessária para restituir o valor que tomara emprestado.
Todavia, embora conhecedor da situação do Requerido, e dispondo das condições de efetuar o pagamento, o representante da Autora negou-se a fazê-lo.
Desse modo, não restou outra alternativa ao Requerido senão apontar os títulos, regularmente emitidos e vencidos, a protesto.
Ressalte-se que, conforme acima mencionado, os juros remuneratórios incidentes sobre o valor emprestado sempre foram correspondentes a juros de mercado, tomando por base os valores pagos pelas instituições financeiras quando da captação de recursos.
Tais juros, em momento algum, atingiram o percentual mencionado na inicial (3,5%).
Outrossim, o cálculo de liquidação do débito foi elaborado pela própria Autora, a qual inclusive preencheu as cártulas, pelo que não se sustentam as alegações de excesso no valor apontado a protesto.
Isto Posto, requer:
a) Seja a presente ação julgada totalmente improcedente, sendo a Autora condenada ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios;
b) Conceda-se ao Requerido o benefício da assistência judiciária gratuita eis que não dispõe de condições para pagamento das custas processuais e honorários advocatícios sem prejuízo do sustento próprio e de sua família;
c) Protesta pela juntada da declaração de carência e do instrumento de mandato no prazo de dez (10) dias;
d) Protesta ainda, em provar o alegado por todos os meios em direito admitidos, em especial pelo depoimento pessoal do representante da autora e perícia contábil em sua escrituração fiscal, assim como por meio testemunhal, o que desde já requer.

N. T.
P. E. D.
____________, ___ de ____________ de 20__.
P.P. ____________
OAB/


Veja mais modelos de documentos de: Petição - Civil e processo civil
Pedido de rescisão contratual com restituição do bem e reparação por perdas e danos em face de in
Ação de prestação de contas de dilação de prazo para manifestação do autor
Instituição financeira contesta a ação aduzindo que sempre cobrou as taxas acordadas em contrato
Impugnação à contestação, em ação de indenização, aduzindo-se a desnecessidade de sobrestamento d
Contestação à ação de cobrança sob alegação de ilegitimidade ativa e passiva
Chamamento ao processo do devedor principal
Ação de reintegração de posse de comodato em juntada de sentença trabalhista
O autor pleiteia o pagamento de dívida - limite de crédito em conta corrente - tendo em vista o v
Contestação à ação de indenização por furto de veículo em estacionamento
Requerimento de remoção de bens
Ação de despejo por infração contratual (02)
Embargos por novação