Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Filhos - Hora de renegociar mensalidade escolar 

Data: 30/05/2007

 
 

A inadimplência nas escolas particulares do Estado passou de 7% em junho do ano passado para 10,8% nesse mês e, antes que você faça parte dessa estatística, é bom começar a negociar. Se o orçamento está muito apertado, peça descontos, vá atrás de bolsas. Foi assim que Dulce Vitória de Souza, de 55 anos, encarregada do departamento pessoal de uma contabilidade conseguiu um desconto de 31,5% e garantiu que sua filha, Manoela, de 15, fizesse o ensino médio em uma colégio particular (leia ao lado).

Mas se alguma mensalidade já está atrasada, corra para a escola do seu filho e faça uma renegociação. Durante o segundo semestre, você pode colocar as dívidas em dia e evitar que, no fim do ano, seja impedido de renovar a matrícula.

Os colégios não podem proibir que os alunos com mensalidades atrasadas cursem o segundo semestre nem podem cobrar matrícula no meio do ano. Mas, quando chegar a hora de renovar o contrato, têm o direito de se negar a continuar com o estudante, explica a assessora-técnica da diretoria-executiva do Procon, Gabriela Ribas Antonio. "Reajustes também não podem ocorrer no meio do ano", lembra.

Caso o seu orçamento não dê mesmo para continuar pagando o colégio, as férias de julho podem ser um bom momento para mudar para uma escola mais barata. Mas o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado de São Paulo, José Augusto de Mattos Lourenço, afirma que isso não é muito comum. "A rotatividade nos colégios particulares é grande. Tem muito aluno indo para escolas mais baratas, mas isso acontece mais no fim do ano", afirma. "E, apesar de os descontos e das bolsas serem decididos na hora da matrícula, sempre é possível tentar alguma coisa."

Diretora do Colégio Magno, Miriam Tricate diz que está de portas abertas para conversar com as famílias o ano todo. "Imprevistos acontecem. Se há uma doença grave ou um caso de desemprego, tentamos chegar a um acordo. Não queremos perder alunos por causa de problemas financeiros", diz. "Só não acho ético que algumas escolas estejam ligando para a casa de pais oferecendo mensalidades mais baratas."

Lourenço lembra que é cada vez mais comum os pais pedirem abatimentos nas mensalidades. "O brasileiro vem se acostumando cada vez mais a pedir um descontinho, seja na feira ou na escola do filho." A gerente-financeira da Escola da Vila, Roseles Turatto, confirma: "Por causa dessa crise, recebemos mais pedidos de descontos nesse ano. O problema é que nem sempre podemos ajudar todo mundo".

 

COMO NEGOCIAR MATRÍCULAS E MENSALIDADES NO MEIO DO ANO
  • Apenas os cursos semestrais, como os das faculdades, podem cobrar matrícula no meio do ano. Escolas de ensino fundamental e médio têm contrato anual e não podem fazer essa cobrança.
  • Pais que desejam pedir descontos devem procurar as escolas e explicar sua situação. Mas os colégios adiantam que, no meio do ano, só negociam em casos extremos, como desemprego ou doença grave na família.
  • Se você está devendo alguma mensalidade, procure a escola imediatamente para não deixar o atraso se acumular. No fim do ano, as escolas podem se recusar a renovar a matrícula de alunos inadimplentes.
  • Pais que tiveram descontos no primeiro semestre de cursos anuais podem voltar às escolas e tentar a continuação do desconto.
  • Pais que têm descontos ou bolsas anuais devem ter o direito registrado no contrato, no início do ano.
  • Fique atento às taxas de juros propostas pelas escolas na renegociação.
  • Na hora de fazer a matrícula, verifique:
    1. Se seu orçamento comporta todas as parcelas propostas;
    2. Quais são os juros cobrados em caso de atrasos;
    3. Se a escola oferece descontos para mais de um filho. Apesar de não ser uma obrigação, a maioria dos colégios tem esse costume;
    4. Se o reajuste proposto (no caso de haver aumento de um semestre para outro) foi justificado.


     
    Referência: -
    Aprenda mais !!!
    Abaixo colocamos mais algumas dicas :

    Assunto:Perguntas:
    Finanças pessoaisBuscando independência? Desperdício pode ser o maior vilão do seu orçamento!
    Carreira / EmpregoSob pressão, as pessoas funcionam melhor ou pior? Veja opinião de especialista
    Modelos de documentosRural / Agrário - Formação e Fornecimento de Mudas de Café
    ConsumidorSonhos de consumo: estabeleça objetivos e economize
    Carreira / EmpregoQuer controlar o orçamento? Cuidado na hora de escolher modelo de planilha!
    Carreira / EmpregoRoupa de trabalho
    Cartão de créditoPensando em contratar um segundo cartão de crédito? Veja quando e como fazer
    LeisNovo Código Civil ? Lei nº 10.406 de 10/1/2002 (Parte Especial) »»» Livro II - Do Direito de Empresa »»» Título IV - Dos Institutos Complementares
    Carreira / EmpregoAmeaça de demissão e busca incessante da vitória causam infelicidade entre executivos
    SaúdeUnidades Básicas de Saúde (Endereços - Parte I)