Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Filhos - Orçamento familiar: é hora do casal aprender a gastar com o bebê! 

Data: 30/05/2007

 
 

Além das diferenças naturais entre homens e mulheres, a forma como cada um de vocês dois se relaciona com o dinheiro é fruto do que aprenderam com seus pais, vivenciaram em família e eventualmente experimentaram como adultos. Agora que formaram uma família, é importante que discutam estas diferenças. Caso contrário, além de colocar em risco a sua relação, vocês podem comprometer a forma como ensinam seu filho a lidar com o dinheiro.

Em seu livro "Casais e dinheiro", Victoria Collins, que além de consultora financeira também possui PHD em psicologia, afirma que as pessoas atribuem um dos quatro significados ao dinheiro: liberdade, segurança, poder e amor. A forma como cada um de nós utiliza o dinheiro é, segundo Collins, reflexo do significado que atribuímos ao dinheiro.

Aprenda a ceder e compartilhar
Não é difícil ver que pessoas que encaram o dinheiro de forma distinta podem enfrentar dificuldades na hora de compartilhar sua vida financeira. Se, para você, dinheiro significa amor, é provável que queira comprar tudo o de melhor para o seu bebê.

Esta postura pode entrar em conflito com alguém que atribua ao dinheiro o significado de segurança. Para ela, ao invés de gastar com a decoração do quarto do bebê, vocês deveriam estar investindo no futuro do seu filho.

Casal deve definir prioridades
Estas diferenças muitas vezes se refletem na forma de definir prioridades. Porém, é difícil acreditar que vocês não concordem que a segurança financeira do seu filho seja fundamental. Leve isso em consideração na hora de decidir sobre um gasto.

Pense que o que está gastando hoje, significa guardar menos para o futuro dele. Aos poucos, vocês vão perceber que não é preciso concordar com tudo, mas que é fundamental saber ceder e, sobretudo, compartilhar decisões.

Afinal, a forma como vocês dois conversam e planejam suas decisões financeiras também terá uma grande influência na formação dos valores financeiros do seu filho. E isso é um presente que não tem preço.



 
Referência: InfoMoney
Autor: Equipe InfoMoney
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Carreira / EmpregoMulheres sofrem mais com estresse no trabalho
Carreira / EmpregoO que nos habilita a liderar?
Carreira / EmpregoO seu chefe sabe motivar você?
Negócios / EmpreendedorismoComo conquistar a devoção do cliente?
Ações / Bolsa de ValoresUm guia para quem planeja começar a investir na bolsa
Negócios / EmpreendedorismoEmpresas devem investir em ações para evitar reclamações trabalhistas
Modelos de documentosInstrumento Particular de Contrato de Prestação de Serviços Profissionais Contábeis
FilhosPsicoterapeuta aponta os efeitos da cobrança dos pais na carreira dos filhos
ImóveisRetificação de Partilha
LeisNovo Código Civil ? Lei nº 10.406 de 10/1/2002 (Parte Especial) »»» Livro V - Do Direito das Sucessões »»» Título III - Da Sucessão Testamentária