Clique aqui para ir para a página inicial
 

Pular Links de Navegação
»
Home
Contato
Calculadoras
Consultoria
Conteúdo
Cotações
Perfil/Testes
Serviços
Parceiros
Mapa site
[HyperLink1]
Cadastrar
 
    
Assuntos

Total de artigos: 11132
    

 

 

Finanças pessoais - Atinja suas metas e objetivos financeiros, mas nunca se esqueça de você 

Data: 22/05/2007

 
 

Executar um planejamento financeiro bem-sucedido e atingir metas são certamente passos importantes no sentido de uma vida melhor. Porém, os custos em termos pessoais para atingir esses objetivos devem sempre ser levados em consideração. Afinal de contas, não é somente a situação financeira que define nosso grau de satisfação com a vida.

Estudos de diversos psicólogos e sociólogos mostram que, à exceção de pessoas que estão em situação de pobreza extrema, não existe uma relação direta entre dinheiro e felicidade. Dinheiro, portanto, é uma parte importante de nossas vidas, mas não deve ser, nem de longe, nossa única preocupação.

Parte do todo
Alcançar nossos objetivos financeiros não deve ser visto como um fim, mas um meio para uma vida mais feliz. Poupar não tem como objetivo final simplesmente juntar dinheiro, mas sim permitir que tenhamos condições de suprir nossas necessidades e atingir nossos sonhos.

Quantos não são os casos de pessoas que se arrependem de terem dedicado os melhores anos de suas vidas à tarefa de acumular dinheiro, chegando à conclusão que, muitas vezes, faltou tempo ou interesse em transformar esses recursos acumulados em algo que efetivamente trouxesse felicidade para si ou sua família.

Equilíbrio
Como em tudo em nossa vida, o segredo é atingir um equilíbrio: conseguir alcançar nossas metas financeiras sem desarrumar outras partes de nossa vida pessoal. Dinheiro é importante e pode fazer a vida mais fácil, mas não necessariamente garante felicidade.

Este equilíbrio, porém, não é fácil de ser obtido. Qual o limite entre poupar e deixar de curtir a vida? De quantas coisas temos que abrir mão no presente para poder garantir uma segurança no futuro? Nesta hora, bom senso, pés no chão e uma dose de cautela são necessários: pense antes de agir.

Apesar das incertezas em relação ao futuro, os números não mentem. As pessoas hoje vivem mais e você certamente quer fazer parte desta tendência. Um grau de segurança para os últimos anos de sua vida é fundamental, mas isso não significa que você deve abrir mão de viver bem hoje, mesmo que sem excessos. É possível atingir os dois objetivos.

Não esqueça de você
Nunca esqueça de, na hora de executar seu planejamento financeiro, respeitar sua individualidade. A definição de metas e objetivos depende muito do perfil de cada um. Não tente fixar seus objetivos olhando para seus vizinhos ou amigos, pois você possivelmente dá um valor diferente a muitas coisas.

Existe uma grande diferença entre gastar algum dinheiro para financiar um capricho seu (Uma viagem inesquecível?) e deixar de poupar para comprar uma TV a plasma somente porque seus amigos já têm um aparelho deste tipo. Saiba aproveitar o prazer que o dinheiro pode proporcionar: somente você pode medir a satisfação.



 
Referência: -
Aprenda mais !!!
Abaixo colocamos mais algumas dicas :

Assunto:Perguntas:
Carreira / EmpregoFazer o que gosta basta? Veja por que dá para ter sucesso mesmo sem talento
Carreira / EmpregoEquipes, criatividade e autonomia - um caminho para a cidadania
Negócios / EmpreendedorismoOs clientes meramente satisfeitos podem acabar com sua empresa
Finanças pessoaisAdora comprar cosméticos? Aprenda algumas dicas para não estourar seu orçamento
Carreira / EmpregoO que fazer numa situação de desemprego
Ações / Bolsa de ValoresDever dos pais: como inserir seu filho no universo da bolsa?
ConsumidorPropaganda pode estimular o consumismo nas crianças, mas riscos vão além do bolso
Finanças pessoaisComprar versus investir, a decisão é sua!
SaúdeCombate à LER; saiba mais sobre a prevenção da doença
Carreira / EmpregoAjudar o outro já é um diferencial na carreira